10.19.2009

Futebol Mané em alta.





É o seguinte, tô aqui estudando Física (ou deveria estar) e o Lucas tá viajando até quarta-feira. Então não espere posts dele até quarta e fique aturando meus posts apressados até lá. Vamos aos recados paroquiais:

Sábado foi o dia de figuras emblemáticas no Avaí, Orivaldo homenageado pelos 413 jogos com o manto sagrado, atuação impecável de Marquinhos e o primeiro jogo do comandante alviceleste na Ressacada após ter completado a histórica marca de 100 jogos pelo Leão da Ilha. A torcida Vanguarda Alviceleste fez sua homenagem, e eu a tomo como minha também apesar de não fazer parte da Barra. Fica aqui o registro:


Silas mostrou porque está há mais de 100 jogos à frente da esquadra azurra, ou mais de 1 ano e meio no Avaí. Sem fazer qualquer substituição, mudou o time para o 3-5-2 mesmo tendo dois jogadores claramente desentrosados (Assis, que parece ter muita habilidade, mas não sabia para onde tocar a bola, e Carlos Eduardo, na mesma condição) e chegou à vitória com uma postura mais aguerrida em campo. Atuações magistrais de Ferdinando, Rafael e Marquinhos, em especial. Deu até para testar os garotos no time.

Aliás, uma atuação magistral de Marquinhos foi a chave de ouro para fechar o caixão do Goiás na Ressacada. O Alemão de Biguaçu jogou como há tempos não se via, mas amanhã falo mais sobre a principal diferença do Marquinhos de sábado para aquele que fica apagado em jogo.

Também Leonardo mostrou porque é a esperança para 2010: tem qualidade indiscutível. Só não tem ainda o mesmo preparo para ficar trombando com os zagueiros, como tem o William. Também, o istepô ficou mais de um ano parado depois de uma lesão. Dá pra pedir mais, ô?

Para finalizar, agora Silas projeta a Libertadores. Vou reclamar do quê? Contentar-se com a Sulamericana seria a chave para relaxar. Dotô Zunino, que tal dar aquela forcinha pra incentivar os jogadores, heim?

Vamos agora ao lado negro da força:



Já que tem que falar sobre o Figueirense, vamos lá.

Ainda dá tempo para o time firmar seu lugar no G4 de vez. O time não pode agora dar uma de Jesus e ressuscitar os mortos dessa Série B na caminhada até o final. Tem um monte de Lázaros aí pela frente. A homenagem ao Fernandes, aliás, é justa.

Pra falar dos dois times, a RBS já começou sua campanha pelo clássico na Série A. Gravam entrevistas com avaianos que sonham ver o dois times na Elite, os blogueiros já começam a dizer que é uma questão de lógica.

Engraçado, em 2004 ninguém queria ver o clássico na Elite. Bizarro, heim?


Ps.: Tudo bem, confesso, na pressa nem me dei ao trabalho de guardar os créditos das fotos que ilustram este post.

6 comentários:

Rafael Petry disse...

Tá muito tendencioso ali sobre o Figueira! hahahaha

Estudar física é uma merda.

Rafael Vidal Eleutério disse...

é difícil, mas a gente tenta... haahahah

é... pior q estou adiando o estudo... e a água já tá na bunda!

GutoAtherino disse...

Grande Rafael, sobre o Silas, na verdade ele completou 100 jogo no comando do Avaí.

Do mais, clássico na série A ainda não está garantido. Daqui a pouco o Campinense vem jogar ali no estreito, imagina se dá um biquinho!! hehehe

Abraço,
Guto

Rafael Vidal Eleutério disse...

ô guto, valeu! confundi as bolas aqui na pressa.

x da questão disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Rafael Vidal Eleutério disse...

"x da questão", o intuito do blog é promover a paz. todo e qualquer xingamento será excluído, portanto o seu também.