10.27.2009

Evando na Ressacada: parecia até um santo(inho).




O imprevisível, o inexplicável, o Evando do Avaí. Esse deixou de existir a partir do momento em que fez juras de amor ao Leão da Ilha, recebeu uma boa proposta da Ponte Preta e deu tchau "contundido". Aliás, foi a terceira vez que ele fez isso - só mudaram os clubes destinatários.

Uma vez escrevi, no vidAvaí, que Evando só voltaria ao Avaí se fosse para as arquibancadas. Lá, afirmei que seria melhor se a torcida avaiana esquecesse o modo como Evando nos abandonou. Só não esperava que isso acontecesse tão cedo.

Evando parece um político, pois as palavras ao sair parece que realmente tocaram a torcida. E, para comprovar que é um bom político e que sabe manejar as massas, apareceu na Ressacada neste domingo após marcar um gol no Figueira. Não faltou nem santinho, como o Guto Atherino fez questão de ressaltar.



Sei não, mas esse santinho aí parece coisa de quem sabe que ficou devendo...

16 comentários:

GutoAtherino disse...

Valeu pela citação Rafael!

Sempre concordei com essa de que se fosse para o Evando voltar só na arquibancada.

E, por mim, que continue assim. Não desejo e não acredito nessa possível volta dele para 2010.

Abraço,
Guto

Hugo Castro disse...

Tua opinião é a da minoria na ressacada Rafael, respeito ela como qualquer outra opinião, mas não acho que ele saiu devendo algo não.. muito pelo contrário, foi o jogador mais decisivo que passou por aqui nos últimos 10 anos. Evando é um nome importante na história do nosso amado clube, um ídolo eterno diga-se de passagem, foi decisivo em 2008 e foi decisivo no catatirinense de 2009.

Na enquete que fizeram no orkut perguntando se ele era ídolo do Avaí, deu mais de 75% a favor dele.

Político ou não, santo ou diabo, transtornado ou não ele fez o que mais importa na função dele dentro do campo.

e eu fui um dos que gritou o nome dele na ressacada no domingo! hahah

abraçss.

Hugo Castro disse...

acho que ele não volta em 2010, mas se voltar será bem recebido, mesmo que seja pra ser banco de algum outro atacante, se ele quiser cumprir sua promessa de se aposentar no Avaí acharia mto legal.

Assim como quero ver o Marquinhos se aposentando aqui tb.

GutoAtherino disse...

Vale ressaltar que tbm não acho que ele ficou devendo.

São duas coisas diferentes: uma tudo o que ele fez dentro de campo e a contribuição fundamental para as conquistas de 2008 e 2009, além do bom futebol apresentado em 2004 e 2007(não foram culpa dele as decepções); outra coisa é a forma como ele forçou a sua saida(2x) e usou a popularidade com a torcida para negociar com a diretoria.

Evando é ídolo avaiano, mas estou longe de ser um grande fã dele.

Do mais, o link para o que escrevi no blog decanhota é http://bit.ly/3xOfGn

Abraços,
Guto

Rafael Vidal Eleutério disse...

Hugo,

A importância do Evando foi inegável quando passou pelo Avaí em 2004 e 2008/2009. Como posso discordar de alguém que diga que ele foi muito importante? Simplesmente não dá. É um ídolo dentro das 4 linhas.

Porém, faço questão de analisar os jogadores como um todo e nesse todo o Evando fica longe de ser um ídolo comparável ao Silas, por exemplo.

Mas... como já escrevi uma vez, é ótimo que o Avaí tenha renovado o seu hall de ídolos constantemente!

Obrigado por sempre participar do blog e forte abraço!

Lu disse...

Pois então... a discussão tem que começar do começo: o que que é ser um ídolo??
Pra mim ídolo é aquele cara quase perfeito... aquele que tudo o que faz faz bem feito, aquele que supera qualquer expectativa, que tem um comportamento digno de ser lembrado, aquele que vc faz questão de mostrar pro filho: ó moleque, quando vc crescer se torne um cara como esse! Um cara que tem valores muito mais que monetários e que não são contados em cifras... Por exemplo, o Ayrton Senna é meu ídolo, o Guga também... e eu não colocaria o Evando na mesma categoria que eles. Ele joga bem pra caramba... é um grande jogador, ajudou o time e tudo mais... mas se um dia eu tiver um filho que quiser ser jogador de futebol eu não vou aconselha-lo a seguir os passos do Evando...

Rafael Vidal Eleutério disse...

Fatality, Lu Wins.

Rafael Vidal Eleutério disse...

Guto, acho que ele ficou devendo no papel de ídolo, pois de jogador ele fez tudo que poderia.

Lucas Eleutério da Silveira disse...

Flawless Victory,

Lu wins!

É por isso que não dá pra comparar o Marquinhos com o Fernandes.

O ídolo dos avaianos é o Guga, dos alvinegros é o Fernandes (e o guga também né, que é ídolo de todos os catarinenses)

Rafael Vidal Eleutério disse...

como assim não dá para comparar Marquinhos, Lucas? não faz sentido colocar Marquinhos e Evando na mesma frase.

aliás, como diria o Eduardo, é incoerência citar Marquinhos e Fernandes na mesma frase.

Lu disse...

hehehehe
aí já virou samba do criolo doido... :P

vou trabalhar :*

Rodrigo disse...

Cara tua opinião é a da maioria e não da minoria como o Hugo Castrocomentou ai para cima... Ele trocou o Avaí para ir para série B ...Por mim ele não volta nunca mais, nem para ver jogos na arquibancada.. Tb não acho que ele saiu devendo, mas forçou de forma anti ética sua saída, não foi nada profissional ... Abraçoss

Rafael Vidal Eleutério disse...

Valeu pelo comentário, Rodrigo! Na verdade ficou difícil dizer qlqr coisa sobre depois dele aparecer na Ressacada após fazer um gol no Figueirense. Mas quem tem memória não vai perdoar aquilo!

Abraço

Hugo Castro disse...

Rodrigo se vc acha que para a maioria ele não é ídolo do clube acho que vc está rendodamente enganado. Vc foi na ressacada domingo?? ouviu a torcida entoando o nome do Evando?

e na comunidade do Avaí, viu o resultado da enquete perguntando se a torcida achava ele ídolo ou não??

acho que tem coisas que temos que separar e não levar tanto pro lado pessoal ,as entendo quem o não aceite como ídolo, ídolo pessoal meu ele tb não é, mas no clube ele é. Marcou seu nome positivamente e fez os gols mais importantes do clube em sua história recente, se ele não for ídolo do clube eu não sei mais quem é.

Silas eterno, Marquinhos eterno, Evando ilumindado eterno. Ídolos do clube mas nenhum deles é meu ídolo pessoal. heheh

Lucas Eleutério da Silveira disse...

Pô, desses aí que citaste, eu concordo com o Silas.

Infelizmente está no comando do Avaí, mas eu gosto muito dele. Gente boa, bom profissional e um baita de um treinador.

O Silas é o cara! Se vocês tem que ter um ídolo, pra mim ele é o Silas.

GutoAtherino disse...

bom, não tenho como discordar da minha namorada (a Lu), maaaas acredito que hoje em dia existem duas divisões de ídolos.

a primeira é a mais antiga, a idolatria um tanto burra e irresponsável. Tipo, Igreja Maradoniana, Edmundo Animal e coisas do tipo. Os fãs acham tudo lindo e maravilhoso, inclusive gol de mão, crimes ou xingamentos aos próprios fãs.

a segunda digamos que é a idolatria responsável socialmente. Aqui a vida privada tbm é levada em consideração e todas as ações do cara devem ser exemplares.

Sendo assim, como já foi dito, acho que o Evando pode sim ser considerado um ídolo avaiano, porém, eu, mesmo avaiano, não o considero meu ídolo!

Vale ressaltar que idolatrar quer dizer amar excessivamente, admirar exageradamente.

Vale ressaltar dois que, como diria Nelson Rodrigues, se a unanimidade é burra, não me surpreende a histeria para com Evando no último jogo.

Abraços,
Guto