11.10.2010

Público ridículo



Sei que o momento é de alegria e de festa, mas sou obrigado a tocar neste assunto. Observe a imagem acima. Foto do Scarpelli no jogo do acesso. O dia em que o Figueirense pôs o pé na série A. Dia de festa pra entrar para a história. E as arquibancadas vazias. Público total: 10.797. Olha, para mim, alguma coisa está muito errada. Aliás, várias coisas estão muito erradas.
Tá certo que deu temporal um pouco antes do jogo, o que fez muitos desistirem de ir. A namorada do meu amigo e a minha irmã, por exemplo, não foram por causa disso. Infelizmente a chuva causa esse tipo de reação em boa parte dos torcedores. O horário absurdamente impróprio (19:30) aliado à data esquisita (terça-feira) também ajudou bastante. Tanto é que só perto do intervalo do jogo é que a torcida parou de entrar pelos portões. Numa cidade com o trânsito caótico como a nossa, marcar qualquer evento pra uma hora dessas é praticamente pedir para que ele seja um fracasso de público. Por que? POR QUE não marcam o jogo às 20:30? Alguém me explique, por favor, eu preciso saber.
Bom, mas na verdade mesmo, o que faz com que os dias de hoje sejam tão diferentes dos de outrora (vide vídeo abaixo) é, na minha singela opinião, uma conjunção de fatores bem mais amplos e complexos. Tais fatores são tão diversos que não caberia apenas ao presidente do clube resolvê-los, por exemplo. Lista-los-ei num próximo post, porque este aqui já está muito grande.


Infelizmente acredito que esses dias não voltarão mais ao Scarpelli. Aliás, os fatores que espantaram os torcedores do Scarpelli são os mesmos na Ressacada. Num próximo post falo sobre isso então. Até mais meu querido!

4 comentários:

Rafael Vidal Eleutério disse...

Po, então tás admitindo que a torcida de vcs é uma vergonha?

Nosso acesso teve 18 mil torcedores num jogo de quinta-feira às 19:30h e é no CARIANOS!

se trânsito fosse desculpa pra vcs, a ressacada nunca lotava.

Lucas Eleutério da Silveira disse...

Ô, a nossa torcida não é uma vergonha, tanto é que durante toda a história fomos maiores que a do Avaí. Perdemos nos últimos dois anos (vocês na A e nós na B). Aliás, esse ano estamos quase empatados. Mas, se comparada a média de 2008 de vocês e de 2010 nossa, ganhamos com quase 2.000 torcedores de diferença.
A questão é que não podemos nivelar por baixo. Porque é que tem tão poucos torcedores nos estádios (Scarpelli/Ressacada)?

Sandro disse...

Lucas, infelizmente os que deveriam ser grandes interessados num público grande nos jogos parece que jogam contra. CBF e TV são os principais culpados pois eles que definem os horários. Já fiz uma postagem sobre o assunto no meu blog (http://alessandrotrv.blogspot.com/2010/08/compro-uma-kombi-velha.html). Eles não tem a mínima noção da realidade de Florianópolis marcando os jogos para este horário, e olha que o campo de vcs tem vários acessos, já na Ressacada ainda tem aquela dificuldade de sempre. O governo fica deitado em berço esplêndido e ainda tem idiota da imprensa que culpa o AVAÍ pelo caos no trânsito.
Agora, sobre o assunto que Rafael abordou da comparação de público, queria ver se o campo de vocês fosse no Cacupé, com apenas um acesso como tem p/ Ressacada, com um ingresso a 60,00 pila se vcs colocariam metade do que vai na Ressacada. Não é possível fazer comparações, principalmente pela dificuldade de ir e voltar dos estádios.
Saudações Azurras,
Sandro

Lucas Eleutério da Silveira disse...

Hahahaha! Pô Sandro, lá no teu post da kombi, tem um cara que realmente quer vender pra ti. Hahahahaha! "Classificados do Sandro" hahahahaha!

Sobre a questão do acesso, realmente, não tem nem comparação. Na Ressacada é muito pior. Esse é certamente um motivo forte pra afastar o público.

Mas os motivos principais, na minha singela opinião, estarão no próximo post.