1.14.2010

Continuarei a ser sócio do Avaí.




Raridade. Alguém dizendo que continuará sendo sócio do Avaí. Pois é. Sou eu.

Traí meus ideais, estou traindo o meu clube, mas continuarei sendo sócio. Consultei o "paitrocinio", vi que dava, com as calças nas mãos, mas dava, e continuarei.

Traí meus ideais por amor ao Avaí. Porque nos meus ideais o futebol não é algo das massas, e os estádios de Florianópolis, a nossa amada terrinha, mais do que tudo, nunca foram um espaço exclusivo dos "doutores" da vida.

Estou traindo o meu clube. Porque sei que continuar a ser sócio é concordar com a política adotada, porque sei que, por causa da minha insistência, eles - os burocratas da bola - continuarão a explorar a minha paixão e tirar mais do meu bolso do que devem.

Mas o Avaí precisa de renda para tornar-se sustentável sem o rico dinheiro de um senhor chamado Zunino, sem a grana de um cara chamado Luís Alberto (LA) - e precisa dessa sustentabilidade em 4 anos, no máximo. Então não abandonarei o barco. Ajudarei neste processo do jeito que posso - ao menos AINDA posso.

Não concordo com nada do que está sendo feito, mas não vejo alternativa. Continuarei sendo sócio... Até que o Avaí consiga ver um palmo à frente da cara - e aí olhe no banco de dados - se existir - quantos não tiveram a coragem de tirar algo mais de casa para gastar com uma paixão. Ou alguém consegue ter uma cadeira na Ressacada e achar que aquilo é um investimento rentável para uma família?

5 comentários:

Anônimo disse...

Q bom q vc conta com um "paitrocinio", lá em casa o "paitrocinio" sou eu, sendo assim, ficou dificil a situação, cancelamento da carteirinha será necessário (olha que o João, meu filhinho de 5 anos já perguntou quando vai começar a ter jogos do AVAI, é não é fácil, mas é de pequeno q se ensina, filho ficou caro, educação financeira, não posso tirar dele para dar ao AVAI, não da maneira que foi feito os reajustes) entendo q é complicado somente "UM" ou "DOIS" pagarem a conta, o mundo se globalizou, a idéia é o produto AVAI é bom, sim é bom, melhorou muito, ficou mais bonito, estamos mais orgulhosos, então que vendam é bem o nosso produto, explorem o produto "AVAI" de maneira que nós (torcedores) também possamos ajudar, agora prejudicar meu orçamento e não ensinar o meu João (vamos acompanhar no PFC - críticos estão falando a essa hora, pode pagar PFC e o AVAI não, sim o PFC não teve o reajuste como teve o AVAI e, tão pouco irá comprometer o meu orçamento), pois é amigo, feliz de você que conta com um "paitrocinio" e não precisaras trair o nosso clube, eu vou continuar com meu orçamento em dia e educando "financeiramente" o meu filho, para terminar, acompanhando no PFC, é mais barato.
Rodrigo sócio desde 2001 até 2010.

Anônimo disse...

O anônimo aí de cima, e muitos outros que estão chiando com o aumento da mensalidade, poderiam cancelar o PFC e usar esse valor - do PFC - pra cobrir o aumento da mensalidade. O que acham os blogueiros de lançarem essa campanha:
Cancele o PFC e invista no AVAÍ.

Marcos TOTÔ disse...

Parabéns pela atitude!!! Também vou continuar sócio junto com meu Pai, mas no meu caso é um esposatrocínio(hehehehehe)!!!
Cancele o PFC e invista no AVAÍ gostei desta frase. abraços

Rafael Vidal Eleutério disse...

Rodrigo,

na minha visão estou traindo o meu clube continuando a ser sócio. Estou o traindo porque continuando a ser sócio confirmo um processo de elitização que nunca quis e com o qual nunca concordarei.

Eu me sinto traindo a mim mesmo por continuar sendo sócio.

É como se, ao continuar sendo sócio, eu dissesse: "vai lá, Avaí! É isso aí mesmo! Continue assim!"


Pode acreditar, em momento algum foi minha intenção. A hora em que o "paitrocinio" acabar, talvez minha decisão fique mais aguçada e finalmente deixe de ser...

Acho que o motivo que faz alguém continuar sendo sócio e continue a pagar a mais do que deve é uma paixão quase religiosa. É a vantagem dos dirigentes, acho.

Lucas Eleutério da Silveira disse...

Olha, diferentemente do Rafael, eu não vou me associar.

Eu não seria sócio do Avaí nem que a mensalidade fosse de R$0,25.

Hahahahahahahahaha!